6 mai 2014

Campanha cria primeiro livro em braile com contos inéditos

Posted by Buonny

Projeto traz lançamento do livro Palavras Invisíveis, obra com textos inéditos de alguns dos principais nomes da literatura brasileira atual em braile

Reprodução/palavrasinvisiveis.com.br

Campanha cria primeiro livro em braile com contos inéditos: iniciativa tem o objetivo de alertar a população sobre a necessidade do acesso universal à cultura

São Paulo – A DM9Sul assina a ação Palavras Invisíveis para a Fundação Dorina Nowill, que trata pessoas com deficiências visuais.

O projeto traz o lançamento do livro Palavras Invisíveis, obra com textos inéditos de alguns dos principais nomes da literatura brasileira atual publicados primeiramente em braille.

Luis Fernando Verissimo, Lya Luft, Eliane Brum, Ivan Martins, Fabrício Carpinejar, Martha Medeiros, Tati Bernardi, Carlos de Britto e Mello, Antonio Prata e Estevão Azevedo foram os autores convidados que escreveram textos para a iniciativa a partir do tema Tudo aquilo que não se pode ver.

A iniciativa tem o objetivo de alertar a população sobre a necessidade do acesso universal à cultura, já que atualmente mais de 95% das obras disponíveis no mercado editorial brasileiro não possuem versão em braille.

“Além de sensibilizar, o projeto pretende engajar a sociedade para atuar na mudança dessa realidade”, diz Márcio Callage, presidente da DM9Sul. A iniciativa conta com patrocínio da Novo Nordisk, empresa dinamarquesa de cuidados com a saúde.

Publicando textos inéditos somente em braille, o projeto quer provocar a inquietação que a pessoa com deficiência visual sente ao ter em mãos uma obra não acessível.

É a partir desse despertar de consciência, com a sensação gerada pela surpresa e curiosidade, que a iniciativa pretende mudar a realidade atual.

A Fundação Dorina Nowill possui uma das maiores imprensas braille do País e já produziu mais de seis mil títulos e dois milhões de volumes impressos em braille, além de 2500 obras em áudio e cerca de outros 900 títulos digitais acessíveis.

Mas esses números ainda são suficientes para atender o mercado brasileiro.

“Queremos provocar as editoras para que os lançamentos de livros impressos em tinta também sejam disponibilizados em formatos acessíveis, permitindo o acesso total à cultura”, afirma Adermir Ramos da Silva Filho, superintendente da Fundação Dorina.

O livro Palavras Invisíveis chega ao mercado em maio e será enviado para as principais bibliotecas públicas do Brasil. A obra estará disponível também na versão audiobook e tem um hotsite com todas as informações sobre o projeto.

A página apresenta filmes de pessoas com deficiência visual lendo os textos publicados, opção para download de audiobooks e ainda um gerador de tweets em braille, que permitirá ao público postar dessa forma em seus perfis no Twitter e chamar atenção para a causa.

Os vídeos foram filmados pela Zeppelin Filmes, com direção de Paula Jobim.

Confira um dos filmes:

Deixe uma resposta

Message:

  • Busca

    or
  • anÚncios



  • Calendario

    janeiro 2017
    S T Q Q S S D
    « mai    
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031